Buscar
  • cliniemma

Doenças Psicossomáticas



As doenças psicossomáticas dizem respeito a um processo de origem psicológica que afeta fisicamente o indivíduo, acometendo-o de formas diversas, pois as manifestações físicas podem ocorrer em diferentes partes do corpo. Se trata de um desequilíbrio emocional, sentimental e de pensamentos.

É notória a ligação do corpo com a mente, portanto, a relação entre ambos faz com que caso haja alterações em um, o outro também sente de alguma forma. Um fator de risco presente nas doenças psicossomáticas são o estresse e pressões emocionais que associados geram um aumento dos sintomas apresentados.

A lista com exemplos de doenças psicossomáticas é bastante extensa, pois sua manifestação um varia de indivíduo para o outro, quanto aos sintomas psicológicos são observados quadros de ansiedade, depressão, estresse, falta de atenção e concentração, entre outros. Já os sintomas físicos costumam ser cefaleia (dor de cabeça), sistema imunológico baixo, insônia, tensão muscular, taquicardia, queda de cabelo, entre outros. A seguir está uma lista com doenças físicas comuns em diferentes locais no corpo, que se agravam com o tempo por conta de problemas psicológicos ou surgiram em virtude dos mesmos, caracterizando-se como doenças psicossomáticas:

- Sistema nervoso: enxaqueca, dores na vista, dormência, formigamentos e simulação de doenças neurológicas;

- Pele: irritações, coceira e problemas dermatológicos provocados pelo sistema nervoso;

- Músculo e articulação: dores, tensão e contraturas;

- Dor de garganta: inflamação nas amígdalas e sensação de nó, como se a garganta ficasse fechada, sensação de queimação na garganta;

- Sistema Circulatório: dor no peito, palpitações, pressão arterial alta e sintomas parecidos com os do infarto;

- Sistema Respiratório: falta de ar e sufocamento;

- Estômago: dor, queimação, náuseas, gastrites e úlceras gástricas;

- Intestino: prisão de ventre ou diarreias;

- Sistema urinário: dor e dificuldade para urinar e doenças urológicas;

- Dificuldades sexuais: diminuição do desejo sexual, alterações no ciclo menstrual, impotência e dificuldade para engravidar.

Quanto ao tratamento das doenças psicossomáticas geralmente costumam demorar para obter diagnóstico, pois os exames físicos e laboratoriais não apresentam alterações para fechar o diagnóstico da doença física, apesar da presença dos sintomas. Porém, quando se descobre que a doença se trata de uma doença psicológica se realiza o encaminhamento para psicoterapia, assim com a ajuda do profissional psicólogo a pessoa é levada a refletir e buscar entender sua história de vida, o que a levou ao adoecimento, e formas de lidar com os conflitos de maneira mais saudável, a fim de diminuir ou mesmo acabar com os sintomas psicossomáticos e ofertar mais qualidade de vida e saúde


Sarah Gomes, psicóloga, CRP 01/21512

8 visualizações
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Ícone

© 2019 por Cliniemma. Criado orgulhosamente com Loop Interativo